1 evento ao vivo

Carla Perez recebe multa por música alta em bloco infantil

Cantora terá que desembolsar de R$ 814,62 a R$ 135.638, dependendo da reincidência e da quantidade de decibéis acima do permitido

2 mar 2017
10h03
atualizado às 10h19
  • separator
  • comentários

Carla Perez usou suas redes sociais para desabafar e reclamar após levar uma multa por música alta em seu bloco infantil, o Algodão Doce. De acordo com a Secretaria Municipal de Ordem Pública de Salvador, o desfile da mulher de Xanddy, atualmente morando em Orlando com a família, emitia 109 decibéis de som, acima do limite de 80 permitidos para as crianças.

De acordo com o "Glamurama", a autuação aconteceu durante seu desfile no Circuito Osmar, em Campo Grande, na Bahia, no último sábado (25). No dia, a ex-dançarina, que voltou a reviver um momento com o "É o Tchan" durante o Carnaval, se recusou abaixar o volume e foi multada pela primeira vez. A penalidade agravou, quando aumentou o volume no domingo (26). Carla Perez terá que desembolsar de R$ 814,62 a R$ 135.638, dependendo da reincidência e da quantidade de decibéis acima do permitido.

'Fiscalização quer o som do trio igual a um rádio de pilha', desabafa Carla Perez

"Não posso fingir que estou 100% satisfeita com tudo. Colocar um bloco infantil na rua, é suado e trabalhoso em todos os aspectos. Infelizmente, nos últimos anos, tenho me aborrecido sempre no circuito, com essa questão da fiscalização querer que o som do trio fique igual a um rádio de pilha. É óbvio que eu quero que tudo esteja dentro das normas. Mas como ficam milhares de pessoas dizendo e fazendo gestos de que o som tá ruim, que não estão ouvindo e fazendo coro de 'aumenta o som'? ", iniciou a loira, que coroou Anitta como rainha de seu bloco em 2015.

'Não foi a primeira vez que sofro tal humilhação', lamenta a cantora

"É lógico que não quero e nem sou irresponsável a ponto de colocar a saúde auditiva das crianças em risco. O que eu simplesmente quero é um som justo! Essa não foi a primeira vez que sofro tal humilhação e não vou admitir tal desrespeito e mentira. Milhares de pessoas são testemunhas do ocorrido. Temos vários questionamentos sobre essas medições dos decibéis. Eles medem colados no trio? Como é isso?", ironizou a artista.

'Se Deus permitir e nos deixarem, até 2018', concluiu Carla

Em seguida, a loira finaliza seu desabafo e diz que irá recorrer à Justiça e ao governador do estado para solucionar o problema e saber se o bloco volta no próximo ano, ou não.

"Ok, nosso bloco é infantil, mas essa norma só vale para gente? Apesar de os blocos de adultos serem para adultos, o que não falta são registros de crianças nos ombros de seus pais, na pipoca e até mesmo dentro de bloco, alí do lado do trio, ironicamente onde eles sempre medem o nosso bloco! Não estão vendo que está rolando uma injustiça aí? Para a festa ser a melhor do planeta muita coisa tem que mudar!".

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade