0

Diretor de 'Dois Irmãos' é acusado de agredir assistente

Funcionária prestou queixa em ouvidoria do Projac, diz o colunista Leo Dias

11 jan 2017
09h23
atualizado às 14h57
  • separator
  • comentários

Luiz Fernando Carvalho, diretor de "Dois Irmãos", foi acusado de agredir uma assistente de figurinista da minissérie que marca a estreia de Bárbara Evans na dramaturgia. Segundo o colunista Leo Dias, do jornal "O Dia", nesta quarta-feira (11), a denúncia partiu de um contrarrega, que relatou uma série de agressões físicas e verbais. A Globo negou o fato. Em junho de 2015, Luiz Fernando já havia sido acusado de agressão por um funcionário.

"Ele chegou a agredir uma assistente de figurinista: deu um chute nas costas dela, que ficou roxo. Ela perguntou por que ele fez aquilo e ele saiu debochando", relatou o contrarrega por e-mail ao colunista. "A assistente foi aconselhada pelos colegas a ir na ouvidoria que tem no Projac (em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio). No caso, o escândalo acaba sendo controlado por lá", respondeu o funcionário ao ser questionado sobre a falta de um boletim de ocorrência na polícia.

Luiz Fernando é sobrinho de Lili Marinho, que foi casada com Roberto Marinho, fundador das Organizações Globo, até sua morte, em 2003. No ano passado, o diretor teria discutido com Carlos Henrique Schroder, diretor-geral da TV Globo, no bastidor de "Velho Chico", mas a emissora desmentiu o mal-estar.

'Relações se dão em ambiente de harmonia', diz Globo

A emissora carioca negou qualquer problema entre os funcionários e o diretor, apontado como pivô de briga entre a autora Edmara Barbosa e o seu pai, Benedito Ruy Barbosa. "As relações entre os funcionários e colabores da Globo se dão em um ambiente de harmonia e colaboração, de acordo com o Código de Ética e Conduta do Grupo Globo. O desrespeito no ambiente de trabalho não é tolerado pela emissora. A Globo não comenta assuntos sub júdice da empresa ou de seus funcionários", disse em nota o canal.

Ainda segundo o contrarrega, Luiz Fernando quis que um animal fosse morto de verdade em sequência de "Dois Irmãos". "Teve uma cena que um ator simulava matar um cordeiro. Ele (o diretor) queria que matasse (o bicho) de verdade, mas aí foi convencido com muito custo a não fazer isto", acrescentou. No ano passado, Rodrigo Hilbert acabou criticado ao matar uma ovelha em seu programa no canal pago GNT.

Durante as gravações de "Subúrbia" (2012), Luiz Fernando foi acusado de dar pontatés no técnico de áudio Tiago Mendes de Aguiar da Silva. Na época, a Globo também negou a agressão, alegando ter havido um empurrão.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade