1 evento ao vivo

Gabriela Pugliesi esquece vestido de noiva ao viajar para Trancoso:'Casar como?'

Ao Purepeople, Lethicia Broinstein falou sobre a peça: 'Totalmente no clima da praia de Trancoso'

20 abr 2017
18h12
  • separator
  • comentários

Gabriela Pugliesi, já recuperada da infecção bacteriana que sofreu na perna, contou um imprevisto que viveu ao embarcar para seu casamento em Trancoso em seu perfil no Instagram Stories. "Eu só queria dividir com vocês que eu só esqueci o meu vestido de noiva e a minha irmã, o vestido dela de madrinha", contou a digital influencer, alvo de denúncia do Conselho Regional de Profissionais de Educação Física.

'Vou casar como?', brincou Gabriela

No vídeo compartilhado em seguida, a noiva de Erasmo Vianna - cujo pedido de casamento aconteceu em uma viagem à Grécia - se divertiu ao falar sobre a situação. "Esquecemos, vou casar como? Olha que plenitude que eu estou, só esqueci o meu vestido de noiva!", disse a blogueira, cuja mãe, Vera Minelli, faz sucesso na web por sua boa forma. Minutos depois, Pugliesi mostrou a solução para o problema no Instagram Stories: seu cunhado, que ainda estava em São Paulo, conseguiu levar a peça para a Bahia. Em entrevista ao Purepeople , Lethicia Broinstein, estilista responsável pelo modelito, adiantou: "Podem esperar um vestido que é a cara de Gabriela, totalmente no clima da praia de Trancoso, onde a cerimônia vai acontecer".

Após ser alvo de investigações, Pugliesi escreveu: 'Consciência tranquila'

Um dia depois da denúncia do CREF ser indicada, Gabriela Pugliesi usou as redes sociais e se mostrou calma. "Nada melhor na vida do que consciência tranquila e paz no coração. Com isso, tudo fica pequeno e qualquer coisa é resolvida. Mídia sensacionalista é fantasia, mas infelizmente é o que alimenta a maioria. Deus é mais", indicou, fazendo, na sequência, afirmações sobre períodos turbulentos: "Você pode escolher ver um problema ou uma injustiça, como algo ruim, ou como aprendizado". Por meio de sua assessoria, ela ainda enviou uma nota: " Mais uma vez fui surpreendida em ver na imprensa uma suposta investigação da qual não fui nem sequer notificada. Em relação ao referido evento, como já afirmamos anteriormente, temos todos os documentos e testemunhos de que apenas participamos de uma aula ministrado por uma professora contratada, que relatou o fato para o próprio Cref1, que insiste em divulgar suas investigações na imprensa ates de entrar em contato com o suposto investigado. O caso já está entregue aos meus advogados".

(Por Marilise Gomes )

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade