3 eventos ao vivo

Gabriela Pugliesi repousa após infecção bacteriana na perna

Musa fitness disse em vídeo no Instagram que está tomando uma injeção de antibiótico

27 mar 2017
15h06
atualizado às 15h22
  • separator
  • comentários

Gabriela Pugliesi, investigada pelo CREF-RJ após aulas de ginástica, anunciou um problema para os fãs e seguidores no Instagram: segundo a musa fitness, ela vai precisar ficar de cama por causa de uma infecção bacteriana na perna. No Stories do Instagram, a loira, dona de uma silhueta sempre elogiada nas redes sociais, disse que o motivo da inflamação foi um pelo encravado. No Lollapalooza, a blogueira, alvo de uma denúncia ao Ministério Público por exercício ilegal da profissão, exibiu o curativo na parte afetada.

Musa fitness está tomando injeção de antibiótico

"Gente, peguei uma bactéria na panturrilha. Começou com um pelo encravado, uma besteira que não dei importância. Depois foi começando a piorar e é realmente uma bactéria, estou tomando injeção de antibiótico, então tenho que ficar de repouso total com a perna para cima. Não vou nem mostrar a minha panturrilha que ninguém merece essa cena tão feia: uma ferida horrorosa, enorme, aberta. Mas, estou me cuidando. Acho que o corpo às vezes pede. Como nunca fico doente na vida, nunca acho que é nada e agora foi. Fiquem sempre atentos aos sinais que o corpo dá. Tive que me dar um descanso forçado. Vocês não sabem como é pra mim ficar o dia inteiro deitada. É o pior dos castigos. Mas nem posso reclamar porque poderia ser pior", falou a noiva do empresário, Erasmo Vianna, por quem foi pedida em casamento em julho de 2016.

Blogueira sobre denúncia ao MP: 'Consciência tranquila'

Na rede social, Gabriela se manifestou sobre a polêmica em que está envolvida. "Nada melhor na vida do que consciência tranquila e paz no coração. Com isso, tudo fica pequeno e qualquer coisa é resolvida. Mídia sensacionalista é fantasia, mas infelizmente é o que alimenta a maioria. Deus é mais", comentou Pugliesi, garantindo estar tranquila: "Mais uma vez fui surpreendida em ver na imprensa uma suposta investigação da qual não fui nem sequer notificada. Em relação ao referido evento, como já afirmamos anteriormente, temos todos os documentos e testemunhos de que apenas participamos de uma aula ministrado por uma professora contratada, que relatou o fato para o próprio Cref1, que insiste em divulgar suas investigações na imprensa ates de entrar em contato com o suposto investigado. O caso já está entregue aos meus advogados".

(Por Patrícia Dias )

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade