10 eventos ao vivo

Novela 'A Lei do Amor': sequestrada, Helô tenta matar Hércules com caco de vidro

Galerista ameaça político ao tentar fugir de cativeiro nos próximos capítulos da trama das nove

14 mar 2017
21h32
  • separator
  • comentários

Helô (Claudia Abreu) vai ameaçar a vida de Hércules (Danilo Granghéia) com um caco de vidro para tentar fugir do cativeiro após se sequestrada por Magnólia (Vera Holtz). Nos próximos capítulos da novela "A Lei do Amor", a galerista vai aproveitar a ausência da vilã para atacar o político e roubar seu celular, mas, antes de telefonar para pedir socorro, a matriarca volta e dá uma chacoalhada na mãe de Letícia (Isabella Santoni), com leucemia novamente, e Edu (Matheus Fagundes). A sequência vai ao ar na próxima terça-feira (28) e as informações são do colunista de TV Daniel Castro.

Magnólia pede US$ 30 milhões pelo resgaste de Helô

Depois de fugir da cadeia, Magnólia planeja capturar Helô, que está no oitavo mês de gestação. A criança é a esperança de cura de Letícia e, por isso, a bandida decide pedir US$ 30 milhões de resgate para (Reynaldo Gianecchini) e Tião (José Mayer), que se negará a pagar. A galerista tenta convencer Hércules a desistir do plano assim que a falsa beata o deixa sozinho. "Você não é um assassino! Vai embora, sai dessa roubada. Me liberta, por favor. Salva a vida do meu filho e da Letícia. Eles são teus sobrinhos, sangue do teu sangue. Me liberta. Me deixa ir embora, pelo amor de Deus! Eu não vou te denunciar, prometo", implora.

Helô ameaça Hércules com caco de vidro

Decidido, o político joga um objeto na direção de Helô para mostrar que não vai cair em sua lábia, e a mocinha pensa em uma forma de fugir. Ela vai ao banheiro, quebra um pedaço de espelho, esconde o caco pontiagudo na manga e o usa para ameaçar matar Hércules. Enquanto ele se agacha para algemar o pé dela, Helô pega o pedaço de vidro, segura Hércules pela cabeça e encosta o caco no pescoço dele. "Solta a arma! Ou eu enfio isso no seu pescoço!", ordena ela. A arma do bandido cai e ele entrega o celular, mas Magnólia chega na hora e interrompe a ação da galerista. "Acha mesmo que pode comigo, ô favelada? Tá esperando o quê? Amarra ela! Seu inútil", determina a vilã ao filho. "Que belo serviço! Agora estamos sem espelho e sem toalha de mão! Helô, assim fica difícil! Você tem que colaborar", reclama Magnólia. "Eu nunca vou colaborar com você, Magnólia! Nunca! Canalha, assassina, psicopata!", grita a galerista, que será deixada sozinha pelos sequestradores.

(Por Patrícia Dias )

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade