0

Conheça 4 animações brasileiras que vão te surpreender

Descubra esse lado ainda pouco reconhecido (mas muito premiado) do cinema nacional

16 fev 2017
19h03
atualizado em 17/2/2017 às 08h07
  • separator
  • comentários

Na próxima quinta-feira, 23 de fevereiro, estreia nos cinemas uma animação brasileira infantil chamada " Bugigangue no Espaço ". Engana-se quem se espanta, pensando que o mercado nacional não tem experiência no gênero - o Brasil, afinal, já foi premiado três vezes no principal festival de animação do mundo, o de Annecy , na França, e vem crescendo como potência nesse setor.

Baseado numa peça teatral, o longa "Até que a Sbórnia Nos Separe" aposta numa abordagem mais surreal e cômica
Baseado numa peça teatral, o longa "Até que a Sbórnia Nos Separe" aposta numa abordagem mais surreal e cômica
Foto: Foto: Divulgação / Guia da Semana

Para conhecer o que há de melhor na animação brasileira e saber o que esperar dos próximos lançamentos, confira três longas e um curta que vão te deixar de queixo caído:

Uma História de Amor e Fúria (Luiz Bolognesi, 2013)

O longa escrito e dirigido por Luiz Bolognesi se inspira na História do Brasil para narrar uma aventura cheia de romance e ação que atravessa gerações. O protagonista é um herói imortal que, de tempos em tempos, vê reencarnar o amor de sua vida e também seu antagonista, Anhangá. O casal se encontra, primeiro, como índios durante a colonização portuguesa, depois como escravos, universitários na resistência contra a ditadura militar e, enfim, como rebeldes que lutam por água num futuro nem-tão-distante. Premiado no Festival de Annecy em 2013.

O Menino e O Mundo (Alê Abreu, 2013)

Premiado em Annecy e indicado ao Oscar de Melhor Animação, "O Menino e O Mundo" é uma animação adulta sem diálogos, que conta a história de um menino que decide abandonar seu lar no sertão para procurar seu pai na cidade grande. No caminho, ele conhece um mundo regido por máquinas, cores e sons que ele jamais imaginara.

Até que a Sbórnia Nos Separe (Otto Guerra e Ennio Torresan, 2013)

Baseada na peça gaúcha "Tangos & Tragédias", a comédia mostra os habitantes de uma pequena ilha isolada do mundo e apegada às tradições. Quando o muro que a protegia é colocado abaixo, o povo acaba se dividindo entre aqueles que aceitam as influências externas e aqueles que se recusam a interagir. Em meio ao caos, uma dupla de músicos testemunha as mudanças.

Guida (Rosana Urbes, 2015)

Premiado como o melhor curta de estreia em Annecy, "Guida" é uma animação delicada e apaixonante sobre uma mulher comum e imperfeita, que trabalha há 30 anos dentro de um escritório e decide se candidatar a um trabalho como modelo vivo.  O curta está disponível na íntegra no Youtube (acima).

Guia da Semana

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade