0

Los Roques é paraíso para conhecer (e amar) na Venezuela

Se você ainda não conhece esse paraíso, vai ficar morrendo de vontade de ir

20 jan 2017
17h08
atualizado às 18h09
  • separator
  • comentários

Os amantes de praia podem comemorar: opções de destinos paradisíacos à beira-mar e próximos do Brasil é o que não falta. Exemplo disso é Los Roques , arquipélago com 42 ilhas, localizado no litoral da Venezuela. O que faz o lugar ser tão especial são as suas águas cristalinas bem calminhas que se assemelham bastante a piscinas - sem contar o clima e a paisagem que contribuem!

Destino paradisíaco banhado por águas turquesas é opção de viagem na América do Sul!
Destino paradisíaco banhado por águas turquesas é opção de viagem na América do Sul!
Foto: Shutterstock / Guia da Semana

A boa notícia é que o local faz parte do Mercosul e não exige visto e nem passaporte para visitar, ou seja, apenas com o RG, os brasileiros conseguem entrar no paraíso. Com sol e calor o ano todo , o destino está fazendo cada vez mais sucesso, principalmente por ser uma opção mais econômica do que as badaladas Maldivas ou até mesmo Bahamas.

Se você procura um destino de férias incrível com pousadas rústicas, praias paradisíacas e muita privacidade, Los Roques é o destino certo. Confira:

O que saber antes de ir

Foto: Guia da Semana

Por ser um país da América do Sul que faz parte do Mercosul, a Venezuela não exige visto e nem passaporte para os brasileiros , ou seja, só é necessário o RG para visitar Los Roques. Sendo assim, como estamos falando de um Arquipélago em meio ao oceano, é necessário pegar dois voos: um até Caracas , capital da Venezuela e de lá outro avião menor até Gran Roque, ilha principal de Los Roques. É importante ressaltar que, por ser um arquipélago recheado de ilhas pouco distantes umas das outras, toda locomoção é feita de barquinhos (taxi boat), além de que as ilhas em si são super pequenas e fáceis de se locomover a pé.

Mesmo fazendo sol o ano inteiro, a dica é escolher a data que mais se encaixa em seu cronograma. Durante os meses de junho, julho e agosto é a alta temporada deles - preços e passeios mais caros. Já em dezembro e janeiro, é a melhor época para comer lagosta. Sem perigos de furacões, Los Roques é um verdadeiro paraíso rústico em meio ao mar turquesa. Quem foi garante que é impossível não se apaixonar.

Gran Roque

Foto: Guia da Semana


Foto: Reprodução/Shutterstock

Gran Roque é a principal ilha de Los Roques, onde fica concentrada toda a estrutura do arquipélago. É lá que estão as pousadas, o aeroporto, o pequeno comércio, as agências de turismo, ou seja, Gran Roque é o ponto de partida para se conhecer as demais ilhas do arquipélago. De lá é que saem os barcos para conhecer as demais ilhas e praias. O vilarejo é pequeno, mas aconchegante - cheio de lugares charmosos! Ao todo são pouquíssimas ruas, por isso, não existem carros por lá. Não espere nada muito luxuoso: pousadas simples com restaurantes rústicos formam a vila.

Cayo de Água

Foto: Guia da Semana


Foto: Reprodução/Shutterstock

Um dos lugares mais bonitos de Los Roques (e talvez do mundo!) é Cayo de Água . A ilha é uma das mais famosas de Los Roques e atrai muitos turistas em busca de suas águas cristalinas de cor turquesa. Entretanto, o local possui um cenário diferenciado: uma faixa de areia em meio ao oceano ladeada por águas cristalinas dos dois lados! Se você ainda não se convenceu, saiba que a praia dificilmente fica lotada de turistas, mesmo na alta temporada. Ou seja, além de um cenário espetacular, você provavelmente vai poder curtir uma praia quase exclusiva.

Carenero

Foto: Guia da Semana


Foto: Reprodução/Shutterstock

Carenero é uma das ilhas favoritas dos turistas que visitam Los Roques. O motivo? Águas cristalinas rasas que se assemelham com uma piscina infinita. Se o objetivo é curtir um mar sem preocupações, lá é o destino ideal. Com várias tonalidades de azul, quem foi garante que é um dos lugares mais bonitos do arquipélago e que as fotos não fazem jus a sua beleza. Por lá é possível fazer snorkeling e observar animais marinhos que, geralmente, só um mergulhador com cilindro encontraria: polvos, arraias, estrelas do mar e peixes de infinitas cores estão por lá.

Crasquí

Foto: Guia da Semana


Foto: Reprodução/Shutterstock

Crasquí é uma das ilhas mais bem estruturadas de Los Roques, possuindo três restaurantes e algumas casas de pescadores. Além do tradicional mar azul turquesa, por lá é possível encontrar uma praia mais calma, tranquila e deserta. A dica é visitar ilhas próximas a Crasquí e curtir o final do dia no local que, embora seja paradisíaco, não oferece muitas opções do que fazer.

Bajo Fabian

Foto: Guia da Semana


Foto: Reprodução/ Shutterstock

Um cenário exótico em meio a Los Roques é o banco de areia de 50 metros que recebe o nome de Bajo Fabian. Em volta do local, o mar é calmo, raso e com várias tonalidades de azul, sendo possível andar 500 metros com a água ainda no umbigo. É uma ótima parada entre as ilhas e uma opção para relaxar e curtir sem preocupações!

Onde se hospedar

Los Roques é formado por pousadas rústicas que oferecem o serviço básico: pensão completa (café da manhã e jantar) + passeio de barco entre as ilhas. Por isso, quem escolher o destino não pode esperar nada muito luxuoso. Acomodações simples e aconchegantes, próximas a praia e que se diferem apenas no valor.

Villa Caracol

Foto: Guia da Semana


Preço: R$ 950 diária (casal)
Serviços: pensão completa, passeios de barco e wifi

Posada Mediterráneo

Foto: Guia da Semana


Preço: 760 diária (casal)
Serviços: meia pensão, passeio de barco e wifi

Guia da Semana

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade