0

Tailândia de norte a sul: tudo que você precisa saber antes de viajar para o destino paradisíaco

Lindas praias, mas também muita cultura e religião

20 abr 2017
17h09
  • separator
  • comentários

Um dos destinos mais incríveis de férias é a Tailândia . Como se não bastasse suas belezas naturais, por lá é possível encontrar uma cultura muito rica e forte. Um dos diferenciais de lá é que é possível combinar cidades com incríveis templos e praias paradisíacas sem fazer muito esforço. Isso significa que o turista pode entrar em contato com diferentes mundos e paisagens sem sair do país!

A Tailândia como você nunca viu: vilarejos rústicos, templos incríveis e praias paradisíacas!
A Tailândia como você nunca viu: vilarejos rústicos, templos incríveis e praias paradisíacas!
Foto: Shutterstock / Guia da Semana

Por ser um território muito extenso, a dica é reservar vários dias para curtir os lugares sem pressa - aproveitando ao máximo tudo por lá. Desde suas grandes cidades, como Bangkok, ou até mesmo os vilarejos mais distantes, como Khon Kaen, valem a visita, sem deixar de mencionar as lindas praias do Sul, como Phi Phi Island . Ficou curioso? Então confira Tailândia de Norte a Sul:

NORTE

Chiang Mai

Foto: Shutterstock / Guia da Semana

Apesar de pouco conhecida, Chiang Mai é a segunda maior cidade da Tailândia e um incrível destino turístico para quem quer conhecer melhor a cultura budista do país - na Tailândia 95% da população segue a religião. Com mais de 300 templos espalhados pela cidade, ela é considerada capital espiritual da Tailândia.

Um dos passeios obrigatórios em Chiang Mai é a visita ao Templo Wat Phra Doi Sthep - a principal atração da cidade que se destaca em meio aos inúmeros pontos turísticos do lugar. Conta a lenda que um elefante branco morreu  no alto do morro quando carregava um dos ossos de Buda, e por isso decidiram construir o templo lá. Com esculturas douradas e uma arquitetura única, o local impressiona por sua organização e beleza!

Para quem quer interagir com elefantes - um dos símbolos da Tailândia - a dica é fugir dos lugares que cobram pela exploração do animal e os submete a estresses desnecessários. Por isso, a dica é visitar o Elephant Nature Park , um santuário que cuida de cerca de 45 elefantes, a maioria deles resgatado de alguma situação de risco ou tratamento abusivo. Lá não há shows e nem passeios de elefantes, mas sobra amor e cuidados!

Chiang Rai

Foto: Shutterstock / Guia da Semana

Para quem nunca ouviu falar em Chiang Rai , a pequena cidade fica a cerca de 5 horas de carro de Chiang Mai em uma região conhecida como Triângulo Dourado - onde Myanmar, Laos e a Tailândia se encontram com o Rio Mekong. O passeio costuma ser feito estilo bate e volta, já que durante o percusso até a cidade é possível ver lindas paisagens, plantações de arroz e símbolos da cultura local.

A principal atração de Chiang Rai é o Templo Branco ou na língua local: Wat Rong Khun . Idealizado por um dos mais renomados artistas da Tailândia, ele é considerado o símbolo da pureza de Buda, por isso foi construído inteiro na cor branca, com milhares de pedaços de espelho formando mosaicos que brilham com o reflexo do sol. Incrível, né? O mais interessante é que tudo ao redor do templo também é na cor branca: estátuas, pontes, flores e até as carpas do lago!

NORDESTE

Khon Kaen

Foto: Shutterstock / Guia da Semana

Khon Kaen , localizada a 450 km de Bangkok, é a maior cidade do nordeste e costuma receber voos de diversas partes do país, sendo principalmente escala de muitas rotas. Intocada e autêntica, a região é marcada por simplicidade com diversas plantações de arroz, búfalos e trabalho manual, principalmente a tecelagem. O Museu Nacional de Khon Kaen é o passeio ideal para ter uma amostra sobre a região norte e seus costumes.

Khao Kai National Park

Foto: Shutterstock / Guia da Semana

A cerca de 300 km da capital do país está um outro tesouro da Tailândia: Parque Nacional Khao Yai . Construído em 1962, ele é o segundo maior parque nacional da Tailândia, sendo famoso pela sua riquíssima paisagem natural. Com mais de 50 quilômetros de trilhas, é possível avistar elefantes selvagens em seu habitat natural e diversas riquezas da natureza. Não é à toa que o local foi considerado Patrimônio Mundial da UNESCO.

CENTRO

Bangkok

Foto: Shutterstock / Guia da Semana

Formada por uma grande planície, a área central da Tailândia é rica em história e abriga as cidades mais ricas do país, como é o caso de Bangkok . A capital do país é considerada o "sistema nervoso" de tudo, sendo uma mistura de modernidade e cultura. De um lado os templos, palácios e mercados de rua; do outro encontramos grandes arranha-céus, shoppings modernos, restaurantes e casas noturnas.

Para quem quer conhecer a vida noturna do local, um dos programas obrigatórios do Bangkok é a visita aos bares instalados nas coberturas dos emblemáticos prédios da cidade, como Red Sky, no Centara Grand Hotel, ou o Vertico, no Banyan Tree.

Já para quem quer conhecer a cultura budista, são mais de 400 templos para serem visitados, mas o que mais se destaca é o Wat Phra Kaew , imponente santuário construído no século 18 e que foi residência da família real. Sua arquitetura é marcada por muito ouro, cores e detalhes. Hoje em dia, embora o local não sirva mais como casa da monarquia, seu status como principal atração na cidade permanece intacto.

SUL

Phuket

Foto: Shutterstock / Guia da Semana

O Sul da Tailândia é o verdadeiro paraíso na Terra para quem curte praias paradisíacas e paisagens espetaculares. Não é à toa que é o principal destino turístico do país! A estrela da região é Phuket , a maior e mais famosa ilha do país, que é ligada ao continente por meio de duas pontes.

Com mais de 15 praias de águas cristalinas e areias fofinhas, Patong Beach é uma das preferidas dos turistas - e uma das mais bonitas também! Por lá encontram-se diversas barracas e cadeiras estendidas pela areia, o que torna o clima mais animado - e com isso, recebe uma grande leva de pessoas. Sem mencionar seu pôr do sol, que é um dos mais famosos do mundo! Já para quem quer curtir algo mais tranquilo, a dica é visitar praias como a Nai Thon Beach , uma praia deserta e paradisíaca ideal para quem quer curtir um visual incrível sem preocupações!

Phi Phi Island

Foto: Shutterstock / Guia da Semana

O cartão postal da Tailândia é outro destino obrigatório para quem visita o país e as praias do sul. Estamos falando das Ilhas Phi Phi (Phi Phi Don e Phi Phi Lee) , detentoras de toda beleza do mundo - pelo menos é o que percebe-se ao admirar suas belas praias e formações rochosas. Localizadas a cerca de 48 km de Phuket, o local é famoso por suas aparições em filmes e pelas clássicas fotos em meio as rochas que parecem flutuar no mar.

Não deixe de conhecer ambas ilhas e suas praias, dentre os destaques estão a famosa Maya Bay (Phi Phi Lee), que foi cenário do filme "A Praia" e hoje é uma reserva natural, ou seja, não existem hotéis ou restaurantes por lá - fator que não impede o lugar de ser lotado de turistas em algumas épocas do ano. Para quem quer conhecer praias mais tranquilas, a dica é se afastar mais do centro e explorar lugares como Long Beach, que fica a 40 minutos de caminhada do píer principal de Phi Phi Don.

LESTE

Pattaya

Foto: Shutterstock / Guia da Semana

Para quem quer agito, Pattaya é o destino certo e que fica a apenas 2 horas da capital Bangkok. Por lá encontramos ruas agitadas recheadas por lojinhas e barracas que vendem bebidas e drinks. Para relaxar, a dica é curtir as praias da cidade que geralmente são mais urbanas, mas nada que estrague o clima do local.

Um passeio cultural imperdível é a visita ao Santuário da Verdade , construção com 105 metros de altura, feito no alto de uma rochosa colina com vista para o incrível mar azul! O santuário é inteiramente esculpido em madeira, o que torna tudo ainda mais bonito. O local é uma espécie de tributo gigantesco a "Visão da Antiga Terra", ao "Conhecimento Antigo" e a "Filosofia Oriental". Parece um palácio Thai ou um templo, mas, na verdade, não é nenhum deles. Muitos o consideram um monumento ao artesanato tailandês!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade