2 eventos ao vivo

13 atitudes libertadoras para fazer durante o mês da mulher e comemorar a luta feminina

A voz das mulheres vai ecoar, seja através de palavras ou atitudes, ok?

7 mar 2017
17h02
atualizado em 22/3/2017 às 11h24
  • separator
  • comentários

O Dia da Mulher é todo dia, mas determinou-se que 8 de março seria a data oficial para celebrar a luta feminina. Essa é apenas uma breve comemoração ao sexo feminino e toda sua luta em busca de condições igualitárias. Joana d' Arc, Carmen Miranda e Beyoncé são apenas algumas das vozes que marcaram e ainda marcam a voz de liberdade das mulheres.

Foto: Foto: Tumblr / ObaOba

A luta ainda não acabou e nunca acabará, mas pra comemorar tudo o que já foi conquistado, listamos algumas atitudes libertadoras pra usar e abusar durante este mês (e todos os outros sim!):

Livre, leve e solta: um dia (vários ou todos) sem sutiã

Afinal, são apenas peitos, não precisamos sexualizá-los, certo?

Foto: Reprodução / ObaOba

Combinar um bar com as amigas, jogar conversa fora e beber aquela gelada

Foto: ObaOba

Simplesmente desencanar da maquiagem

Quem disse que você tem que cobrir suas espinhas e imperfeições? Por favor, né!

Foto: ObaOba

Fazer uma viagem sozinha e conhecer mais sobre você mesma

Foto: ObaOba

Ajudar alguma mulher que está precisando de apoio

Ninguém é inimiga de ninguém, o sexo feminino precisa se ajudar mais e se opor menos.

Foto: ObaOba

Prestar suporte a alguma ONG voltada para mulheres

São tantas! Tem o Coletivo Feminista Sexualidade e Saúde , o Sempre Viva Organização Feminista e o Criola .

Foto: ObaOba

Participar do grupo "Compro de Quem Faz das Minas"

Este aqui . Vamos apoiar as manas, né?

Foto: ObaOba

Assistir a um documentário/filme que exalta a história da mulher e suas vitórias

E cá vamos nós com algumas indicações:

"Menina de Ouro" , filme que fala sobre a luta de uma mulher em se tornar uma lutadora de box;
"Malala" , documentário que conta a história de uma garota paquistanesa que virou alvo de terroristas após defender o direito da mulher frequentar escolas;
"What Happened, Miss Simone?" , documentário que fala sobre a vida de Nina Simone, cantora que também era ativista nos anos 60

Foto: ObaOba

Conhecer uma nova artista, cantora, empreendedora...enfim, alguém inspirador!

Eis aqui nossas indicações:

Fique de olho no trabalho da Basma El Halabi. Refugiada no Brasil, ela faz pratos do Oriente Médio para vender em São Paulo pelo app Apptite . Ajude ela por aqui .

A Tavi Gevinson está por trás de tanta coisa legal e emponderadora. Ela é dona da Rookie Mag, revista independente que fala sobre o universo adolescente.

Foto: ObaOba

Usar e abusar do batom vermelho :)

Foto: ObaOba

Fazer algo que INSISTEM em dizer que mulher não pode fazer

Foto: ObaOba

Elogiar algumas amigas que te transformaram em alguém mais forte, afinal, é preciso apoiar!

Divulgar o trabalho de alguma mulher que você admira

E nossas dicas são:

Garotas no Poder é um projeto paulistano que reúne o trabalho de muitas mulheres em cada edição do evento.

Você já conhece o trabalho da Nath Araújo ? É único e cheio de amor! E tem os da Maria Eduarda também, só love ♥ Ambas apostam em ilustrações autorais, tudo criado e feito por elas.

Se você é apaixonada por fotos de shows provavelmente já cruzou com uma foto da Camila Cara, mas vem conhecer o trampo completo dela aqui . E a Clara já apostar na beleza feminina pra compor fotos lindíssimas.

E pra quem está atrás de alguém que possa fazer uma make destruidora pra você arrasar em um evento, tem a Dani Cruz .

Procurando uma tatuadora? A Fran Alós atende em São Paulo e é impossível escolher qual tatuagem da artista é mais bonita.

Claro, não tem como faltar um rango. Os donuts da Mari são dos deuses.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade