0

Sacha Bali fala sobre troca de papeis em 'Joia Rara' e trabalho no Chile

27 ago 2013
11h40
atualizado em 9/10/2013 às 15h41
  • separator
  • comentários

As características físicas podem ser decisivas na escalação de alguns atores. E essa é uma realidade que Sacha Bali conhece muito bem. Inicialmente, o primeiro teste que o ator fez para Joia Rara, próxima novela das seis, foi para viver Vitor, irmão mais novo de Franz, interpretado por Bruno Gagliasso. Mas os 32 anos de idade do ator – um ano a mais do que o protagonista –, pesaram no resultado. "Não era o meu perfil. Eu e o Bruno temos quase a mesma idade", explica ele, que foi convidado pelo produtor de elenco, Luciano Rabelo, para fazer uma participação especial como o alpinista Eurico, personagem importante para a primeira fase da história de Thelma Guedes e Duca Rachid.

"Não era o meu perfil. Eu e o Bruno temos quase a mesma idade", diz Sacha Bali sobre teste como irmão de Gagliasso
"Não era o meu perfil. Eu e o Bruno temos quase a mesma idade", diz Sacha Bali sobre teste como irmão de Gagliasso
Foto: Luiza Dantas/Carta Z Notícias / TV Press

Melhor amigo de Franz, Eurico aparece apenas no primeiro capítulo. No entanto, será o responsável pela formação do casal principal da história. Durante uma expedição no Himalaia ao lado do amigo e do vilão Manfred, papel de Carmo Dalla Vecchia, o personagem mostra para Franz uma foto de Amélia, vivida por Bianca Bin, por quem é apaixonado. O alpinista afirma ao amigo que quer casar com a operária e trazê-la para conhecer o local. No entanto, Eurico é tirado de cena após enfrentar uma avalanche. "O personagem do Bruno acaba indo atrás da menina pela qual o amigo era apaixonado para contar toda a história. Mas eles se apaixonam. O Eurico é a grande ligação entre o casal. Ele é o motivo para os dois se conhecerem", adianta.

Amante dos esportes e, principalmente, de atividades ao ar livre, Sacha logo se encantou com a ideia de dar vida a um alpinista. Para incorporar o espírito aventureiro de Eurico, a Globo forneceu ao elenco um workshop sobre escalada e segurança para evitar acidentes de trabalho. "Tivemos uma assistência e foi muito bom para entender todo o processo de escalar montanhas", afirma ele, que, apesar das aulas, aparecerá escalando muito pouco por conta própria no vídeo. "Foi muito 'de leve'. Na maior parte, a gente deu enganadinha", assume, em tom de brincadeira. A fase de pré-produção é uma das preferidas do ator, que gosta de pesquisar a fundo seus personagens. "Gosto de assistir a filmes, conversar com pessoas do meio. Tudo isso enriquece muito a composição", conta.

Para as cenas da avalanche, Sacha embarcou com parte da equipe para o Valle Nevado, no Chile, onde foram realizadas as sequências. Pela primeira vez gravando fora do Brasil, o ator enfrentou um ritmo intenso de cerca de 12 horas de trabalho por dia. "Acordava às seis e ia até o fim do dia. Mas foi uma experiência única. Nunca tinha ido ao Chile. Nos divertimos muito", ressalta. Apesar do clima animado e de descontração das gravações, o ator passou por algumas dificuldades durante o período no país. As baixas temperaturas e o excesso de neve foram os maiores empecilhos da estadia. "Pegamos três dias de neve até o joelho. E a roupa de época só complicava mais. Entrava neve na bota. Fiquei seis, oito horas sem sentir o meu pé. Além disso, o vento ainda aumentava a sensação térmica do frio", lembra.

Após seis anos consecutivos na Record, Sacha já emenda seu segundo trabalho na Globo – recentemente, ele deu vida ao traficante Beto de Salve Jorge. Mesmo estabilizado profissionalmente e financeiramente na antiga emissora, o ator preferiu buscar novos caminhos no teatro e na tevê quando saiu do canal. "Fiz seis novelas enquanto estive lá. Mas chegou uma hora em que queria novos voos. Não conseguia me dedicar ao teatro como queria. Saí com foco maior no teatro e no cinema, mas aberto a todas as possibilidades também'', aponta ele, que, logo depois, foi chamado para a trama de Glória Perez. "Me joguei no mundo e não tenho do que reclamar", empolga-se.

Fonte: TV Press

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade